Diário de Uberlândia | jornal impresso e online Publicidade 1140x90
18/12/2017 às 05h10min - Atualizada em 18/12/2017 às 05h10min

TPM

ADRIANA KARIMI MANISH | COLUNISTA

Mais de 80% das mulheres, em algum momento da vida, sofrem com os desconfortos da Tensão Pré-Menstrual (TPM), nome que se dá a uma série de sintomas que se manifestam antes da menstruação. Estes incluem inchaço, enxaqueca, irritabilidade, tristeza, vontade de esganar alguém - principalmente o marido ou namorado, ou quem quer que encontremos pela frente. Esses sintomas podem ser divididos em quatro tipos:

Tipo 1 - afeto negativo: alterações de humor, depressão, tristeza, irritabilidade, ansiedade, excesso de choro, impaciência, tensão, agressividade, baixa autoestima e desatenção;

Tipo 2- retenção hídrica: suor nas extremidades, sensibilidade do seio, inchaço na região abdominal, cefaléia, fadiga, e constipação ou diarréia;

Tipo 3 - compulsão alimentar: aumento ou diminuição do apetite e compulsão por doces ou sal;

Tipo 4 - dor: ânsia, cólicas no baixo abdômen, dor lombar e dores generalizadas.

Em alguns casos, os sintomas são tão intensos que a mulher chega a deixar de realizar suas tarefas cotidianas. Embora muitos fatores (preocupação, estresse, depressão) possam potencializar os sintomas da TPM, uma avaliação clínica poderá melhorar a qualidade de vida das portadoras.

Nesse período, muitas mulheres se entregam ao chocolate. De fato, o chocolate para muitos aumenta a sensação de prazer. Estudos mediram a atividade cerebral de indivíduos que haviam consumido chocolate e puderam visualizar um maior fluxo sanguíneo nas áreas de percepção de prazer (mesmas áreas ativadas por drogas, como a cocaína). Outra questão relacionada é que chocolate contém ferro, e algumas mulheres podem apresentar anemia nessa fase. Acredita-se que o desejo por alimentos adocicados, ricos em ferro e que tragam uma sensação de prazer, possa estar associado a isso. O chocolate ainda contém substâncias que causam um efeito estimulante e antidepressivo.

Mas, para ajudar esse grande número de mulheres, diversos estudos já mostraram bons resultados com nutrientes que melhoram ou eliminam esses sintomas. E mais nutritivos que o chocolate e que vão agir na prevenção deste terrível destino mensal das mulheres. Dê uma olhada em alguns dos nutrientes que fazem parte desse processo:

- Vitamina B6: auxilia na formação de serotonina (“hormônio do bem-estar”), melhorando os sintomas relacionados à alteração de humor. Exemplos de alimentos: semente de girassol, abacate, banana, batata, atum, salmão, peito de frango;

- Vitamina E: alivia sintomas como ansiedade e sensibilidade/dor mamárias. Alimentos: gérmen de trigo (fonte mais importante), nozes, amêndoas, óleos vegetais como de soja, arroz, algodão, milho e girassol;

- Cálcio: a ingestão de 1000 a 1200 mg de carbonato de cálcio diariamente, por 3 ciclos, é um forte aliado para reduzir os sintomas. Alimentos ricos em cálcio: leite e derivados, couve, espinafre, peixes, amêndoa, gergelim, avelã, castanha do Brasil, flor crua de brócolis, agrião;

- Manganês: sintomas de mau humor e dor estão presentes em mulheres com menor ingestão de manganês. Alimentos fontes: banana, alcachofra, aipo, grãos integrais, vegetais de folhas verde, legumes, nozes, abacaxi;

- Isoflavonas: as isoflavonas da soja possuem ação nos níveis de estrogênio (hormônio ovariano). Assim, com o consumo, há redução de vários sintomas, como enxaqueca, inchaço, sensibilidade mamária e cólicas. Pode ser consumida na forma de proteína de soja;

- Carboidratos: é comum a vontade de consumir alimentos ricos em carboidrato durante a TPM. Essa “necessidade” associa-se à demanda elevada da produção de serotonina. Porém, é importante priorizar os carboidratos na sua forma integral, já que são ricos em fibras e contribuem para o controle do peso;

- Cromo: estabiliza os níveis de açúcar no sangue, impede liberação exagerada da insulina, o que acarreta maior ganho de peso. Fonte: maçã, espinafre, gérmen de trigo, aipo.

É fato! Raro a mulher que não passe em alguma época da sua vida por esses transtornos. Portanto, para minimizar ou mesmo prevenir os sintomas da TPM e da compulsão alimentar, procure sua nutricionista. Ela fará um diário alimentar adequado para as suas necessidades.

Leia Também »
Comentários »
Diário de Uberlândia | jornal impresso e online Publicidade 1140x90