13/11/2017 às 05h02min - Atualizada em 13/11/2017 às 05h02min

Enem – nutrindo a humanização

ADRIANA KARIMI MANISH | COLUNISTA

É este fim de semana de novo. A primeira etapa foi no final de semana passado com muita polêmica em torno do tema da redação: “Desafios para Formação Educacional de Surdos”. Alguns argumentam que se trata de um problema muito complexo para ser debatido por estudantes que acabaram de sair do ensino médio. Oi? Um tema complexo para estudantes do século XXI? Discordo!

Libras deveria ser matéria obrigatória na escola. E ser um dos quesitos primordiais para ser professor, encarregado, gerente ou gestor de alguma empresa. É comunicação é direito básico de qualquer ser humano.

Bom, mas como hoje a maratona será pesada, a redação já foi na semana passada e muitos estudantes vão ter que colocar as cacholas mais uma vez para funcionar, eu separei algumas dicas que podem ajudar.

Aqui, você vai descobrir o que deve comer de manhã para não ficar sentindo fome nem sono na prova. Também há recomendações para quem costuma ter dor de barriga quando está ansioso. E, de quebra, ainda sugerimos mais algumas receitas fáceis e simples para o seu café da manhã e almoço pré-maratona.

 

1. Jamais vá fazer a prova de estômago vazio: Mesmo que você seja do tipo que não consegue comer quando está ansioso, esforce-se para fazer uma refeição leve. Estômago vazio pode resultar em hipoglicemia (baixa da taxa de glicose no sangue), ocasionando sonolência e dificultando a concentração, além de dar tontura, dor de cabeça, queda na pressão e fraqueza. E lembre-se: o Enem é uma verdadeira maratona que exige muita energia mental. Não deixe de fornecer essa energia ao seu corpo.

- Receita de suco energético para o dia da prova

Ingredientes: 1 polpa de açaí congelada, 1 banana, 1 colher de aveia, 1 colher de linhaça dourada, 100 ml de água bem gelada e 1 colher de mel para adoçar. Bata tudo no liquidificador e tome na hora.

 

2. O que fazer para o café da manhã?

Se você já não tem o hábito de realizar esta refeição, não será agora que vai montar um banquete colonial. Mas ficar em jejum também não dá. Fruta, leite semi-desnatado ou iogurte com baixo teor de gordura, cereal e pães integrais, queijo branco e geleia são alguns exemplos de alimentos que podem compor esta refeição para abrir o seu dia e manter-se disposto.

 

3. O que comer no almoço?

Deixe a feijoada para o outro fim de semana. Refeições pesadas exigem muita energia para a digestão e acabam deixando você sonolento, prejudicando a leitura e interpretação das questões. Além disso, evite alimentos muito gordurosos: eles retardam o esvaziamento gástrico e dão sono. Evite também coisas com muito sal, como batata frita. Isso só vai aumentar a sua sede e causar desconforto durante a prova. Minha sugestão para o almoço é: uma porção de arroz integral ou macarrão integral com molho vermelho (alimentos integrais prolongam a saciedade), 1 porção de peixe ou frango, assado ou grelhado (mas nada de frituras), 1 porção de salada (alface, tomate, cenoura e beterraba) e 1 fruta de sobremesa.

 

4. Não se esqueça de levar alimentos que deem energia

A recomendação é que se leve frutas, água e um chocolate 70% cacau. Eu recomendo esse tipo de chocolate porque o tradicional tem muito açúcar e gordura trans. Já este tem mais cacau, que é um estimulante poderoso.

Também tem a opção de um sanduíche natural: faça-o com pão integral, cenoura, alface, tomate e tempere com sal, azeite, limão e ervas como orégano. Também pode ter frango desfiado. Só cuide para que ele seja preparado no mesmo dia – e jamais use maionese, que pode estragar facilmente.

 

5. Prefira água

Levar água para o local de prova em vez dos sucos e refrigerantes é a dica. Bebidas açucaradas são de fácil digestão e estimulam a fome. E ficar com fome bem no finalzinho da prova só vai prejudicar o seu rendimento.

 

6. Para evitar a pressão baixa

Quem sofre de pressão baixa costuma ter o problema com mais frequência quando faz calor. Para evitar sentir-se mal por causa disso, tome muita água. Estar bem alimentado também. Alimentos que contenham sal, como alguns tipos de biscoito, também podem ajudar.

 

7. E quem costuma ter dor de barriga quando está nervoso?

Isso é muito comum. Quando estiver chegando a prova, evite alimentos que você já sabe que pioram este quadro. Os mais comuns são mamão, leite, ameixa, uva e iogurtes. E opte pelos opostos: maçã, banana maçã, limão, batata… Prevenir é melhor do que remediar.

E após todas essas dicas, o que posso recomendar mais é que façam uma excelente prova!!!

Relacionadas »
Comentários »